1850-56
Na Bahia e no Rio de Janeiro, a presença de animais de características do sindi foi documentada através de relatos históricos.

1930
Importação feita por Francisco Ravísio Lemos e Manoel de Oliveira Prata traz alguns exemplares da raça.

1952
Felisberto de Camargo importa, do Paquistão, 31 bovinos, três reprodutores e 28 fêmeas.O lote fica em quarentena por 15 meses na Ilha de Fernando de Noronha.

1954/56
Cinqüenta animais, entre reprodutores, matrizes e crias vão para Belmonte (PA).Um grupo é transferido para a Ilha de Marajó.Os animais da raça sindi remanescentes da importação de 1930 são selecionados pelo Departamento de Produção Animal (DPA), em São Paulo. É o primeiro rebanho particular do sindi no Brasil. A Esalq recebe reprodutores oriundos da importação de 1952.

1963
Todo o rebanho sindi de Nova Odessa é transferido para a Estação Experimental de Zootecnia de Ribeirão Preto (IZ).

1973
É a vez do rebanho sindi, puro de origem, da Eslaq ser transferido para Ribeirão Preto.

1974
Em virtude do processo de instalação da Embrapa-CPATU, no Pará, as comunicações e o registro do gado junto à ABCZ são desativadas. O mesmo acontece com o rebanho do IZ, que é transferido para Colina.

1980
Catorze animais são transferidos de Colina para a Emepa-PB.

1988
A Embrapa cede à Emepa-PB, em comodato, 30 matrizes e, por permuta, 4 reprodutores do rebanho da raça sindi originário da importação de 1952. A Embrapa-CPATU mantém o rebanho sindi remanescente, desenvolvendo pesquisas de conservação da raça.

1993
O rebanho sindi da Embrapa é o único grupo dessa raça no Brasil, que é descendente direto da importação de 1952; o rebanho da Emepa representa a fusão do grupo selecionado pelo DPA/IZ e animais da Embrapa. O sindi mantido em Riacho dos Cavalos (PB) é transferido para Alagoinha, para provas zootéc-nicas com ênfase à produção de leite.

1996
Alagoinha dá início às provas zootécnicas, enfatizando também os parâmetros genéticos e fenotípicos.

1998
Núcleo remanescente do rebanho sindi da Embrapa é deslocado para a Faculdade de Ciências Agrárias do Pará. Dois touros e 30 matrizes são transferidos do CPATU para a Embrapa Semi-Árido, em Petrolina (PE).

2000
O rebanho sindi da Emepa-PB continua no quinto ano consecutivo sob avaliação zootécnica na região de Alagoinha; em Pe-trolina, mais de 100 animais são avaliados na condição do semi-árido.

2001
A ABCZ volta a registrar a raça sindi na categoria PO.

2002
A ABCZ registra o primeiro sindi mocho do Brasil