Mais de 100 técnicos da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ) participaram, na tarde desta quinta-feira (24), de treinamento com foco no padrão racial, especificações e regras para registro da raça Sindi no Brasil.
O treinamento – realizado durante a ExpoGenética, que acontece até o dia 27, em Uberaba (MG) – atende a um pedido da diretoria da Associação Brasileira dos Criadores de Sindi (ABCSindi), impulsionado pelo aumento dos registros da raça e evolução do rebanho por todo o território nacional.
Após a abertura do encontro, realizada pelo superintendente técnico da ABCZ, Luiz Antônio Josakian, e pelo presidente da ABCSindi, Ronaldo Bichuette, o zootecnista Marcelo Toledo apresentou aos participantes um histórico sobre a oficialização e o reconhecimento do Sindi e as peculiaridades da seleção nas diversas regiões do país após a inclusão dela no banco zootécnico do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA). Em seguida, o zootecnista e técnico da ABCZ, Rodrigo Coutinho Madruga abordou diversas questões da morfologia dos animais, com detalhamento para características fenotípicas de machos e fêmeas que seguem padrões da raça e avançam de forma similar aos padrões de outros zebuínos de dupla aptidão.
“O Sindi é uma raça única e nós não podemos tomar como verdades para o rebanho, as verdades de outros rebanhos de outras raças. O caminho de seleção do Sindi precisa ser identificado e trilhado por quem trabalha com a raça, sejam os técnicos e os criadores”, afirmou Luiz Josahkian.
O tempo reservado para o evento no Salão Nobre da ABCZ foi considerado pouco pelos participantes devido ao grande interesse constatado no grupo de técnicos – que bombardearam os coordenadores com perguntas, foram atuantes no debate e atingiram a proposta de esclarecer um grande volume de dúvidas.
O próximo encontro da raça Sindi é hoje (25/08) no Leilão “A força da raça Sindi”, na Leilopec, em Uberaba, MG. Remate transmitido pelo canal Terraviva.