Veja o catálogo dos animais no link: http://www.programaleiloes.com/agenda/leilao/15593-catvirtual-zebu-leiteiro-uniube 

Saiba mais sobre o projeto da Uniube 

Fazenda Escola - Propriedade com 540 hectares, localizada às margens da BR-050, entre Uberaba e Uberlândia, a Fazenda-Escola vem se consolidando como um dos mais importantes campos de desenvolvimento científico-tecnológico relacionado à bovinocultura leiteira.

Desde 2006, a Fazenda Escola começou a reunir os melhores exemplares zebuínos leiteiros objetivando que pesquisadores, professores, alunos e a comunidade pecuária pudessem visualizar e comprovar a importância desses animais para os países de clima tropical, a sua adaptação às condições ambientais e sanitárias e a excelente produtividade leiteira sob as adversidades do clima tropical. E também mostrar características raciais como mansidão, facilidade de ordenha, fertilidade, prolificidade, longevidade e rendimento de carcaça.

Atualmente, a propriedade possui animais das raças Gir, Sindi, Guzerá e seus cruzamentos com a finalidade de avaliar suas características genéticas sobre o enfoque produtivo, sua adaptabilidade ao ambiente e resistência a doenças e parasitas que possam comprometer sua capacidade produtiva. 

Sindi

O gado Sindi tem sido visto como promissor para a produção leiteira pela fácil adaptação às adversidades de solo e clima, pela elevada resistência e rusticidade, boa fertilidade e produção leiteira. Diante disso, a Universidade de Uberaba estabeleceu parceria com criadores da Paraíba (Manoel Dantas e Empresa Estadual de Pesquisa Agropecuária da Paraíba S. A - EMEPA) e trouxe, em 2011, para a Fazenda-Escola, 29 exemplares da raça, de alto valor genético, objetivando multiplicar a genética da raça Sindi com aptidão leiteira. 
De acordo com a EMEPA, desde que a raça Sindi começou a se destacar na pecuária nordestina, esta foi a maior e mais importante transferência de um grupo de animais de reconhecido mérito genético.

Vantajosa, Mabiroba, Onda, Teimosia e Ruga são exemplos de animais que vieram para a Fazenda-Escola. Segundo a EMEPA, esses animais são, em sua maioria, portadoras de DNA mitocondrial Bos indicus, puros zebuínos, constituindo-se parte de um grupo restrito de animais existentes no País e de algumas matrizes de alta produção de leite ou ex-campeãs de exposições.